Sábado, 10 de Abril de 2021
54 98128.5277
30°

Poucas nuvens

Bento Gonçalves - RS

Dólar com.

R$ 5,68

Euro

R$ 6,75

Peso Arg.

R$ 0,06

Empresas e Entidades Empresas e Entidades

Vinícola Salton recebe certificado por redução na emissão de gás carbônico

Somente em 2020, empresa bento-gonçalvense reduziu a emissão de cerca de 320 toneladas de CO2, o equivalente a 8.872 mudas de árvores conservadas por 20 anos.

28/02/2021 11h54 Atualizada há 1 mês
95
Por: Redação Fonte: NB Notícias
Divulgação
Divulgação

A preocupação com a sustentabilidade tem sido uma constante em muitas empresas, não é de hoje. Com o objetivo de se tornar uma companhia carbono neutra até 2030, a Vinícola Salton segue alinhada com ações sustentáveis de alto impacto. Na última semana, a empresa recebeu o Certificado de Energia Renovável da Ludfor Energia Ltda, graças ao trabalho que desenvolve de redução da emissão de gás carbônico ou dióxido de carbono (CO2) .

O documento atesta que a vinícola utiliza, desde 2013, apenas energia elétrica proveniente de fonte limpa, totalmente renovável e que não agride o meio ambiente. A energia elétrica consumida pela Salton é gerada por usinas de fontes incentivadas pelo governo federal - como eólica, solar, biomassa, PCH e CGH. Em 2020, conforme aponta o certficado, a Salton deixou de emitir mais de 320 toneladas de CO2 Isso equivale a: 8.872 mudas de árvores, conservadas por 20 anos, 3.191 veículos leves à gasolina, percorrendo 500 km ou 799 transportes rodoviários de 1 tonelada de carga rodando por 500 quilômetros.

Desde 2020, a Salton conta com um Núcleo de Inovação, Pesquisa & Desenvolvimento. A iniciativa foi criada para unificar todos os projetos que ocorrem dentro da empresa envolvendo as áreas de viticultura, enologia, produção e distribuição. Uma das ações mais recentes do núcleo é o projeto que está sendo desenvolvido em parceria com a Universidade de Caxias do Sul (UCS).  A ação tem várias frentes de trabalho em paralelo e visa colocar a Salton em um patamar inédito para a vitivinicultura nacional, se tornando a primeira empresa do setor a ser carbono neutra em toda a sua cadeia produtiva até 2030.

Vale destacar que ser carbono neutra significa, em linhas gerais, calcular o total das emissões realizadas, reduzir onde é possível e balancear o restante das emissões por meio da compensação. As intensas inovações em pesquisas realizadas pela Salton nos últimos anos vêm colocando a vinícola na vanguarda da vitivinicultura brasileira, em termos de sustentabilidade e inovação. 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.