17°C 25°C
Bento Gonçalves, RS
Publicidade

Reunião com municípios litorâneos orienta sobre protocolos para casos suspeitos de gripe aviária

A Secretaria da Agricultura, Pecuária, Produção Sustentável e Irrigação (Seapi) participou de reunião, nesta segunda-feira (9/10), com prefeituras ...

09/10/2023 às 18h30
Por: Marcelo Dargelio Fonte: Secom RS
Compartilhe:
-
-

A Secretaria da Agricultura, Pecuária, Produção Sustentável e Irrigação (Seapi) participou de reunião, nesta segunda-feira (9/10), com prefeituras litorâneas do Estado, a Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs) e as secretarias do Meio Ambiente e Infraestrutura (Sema) e da Saúde (SES). Na pauta, orientações gerais de protocolos a serem adotados com o avistamento de animais marinhos com sintomas de influenza aviária de alta patogenicidade, a H5N1.

Na semana passada, o Estado teve dois focos da doença confirmados, em Rio Grande e Santa Vitória do Palmar, com a infecção detectada em leões-marinhos e lobos-marinhos. Foram os primeiros casos identificados da H5N1 em mamíferos no Rio Grande do Sul.

“A influenza aviária é uma pauta interdisciplinar, todos os órgãos públicos têm sua parcela de importância e devemos contribuir junto com os municípios. É importante que todos os municípios sejam mobilizados, porque não sabemos por onde os animais marinhos vão chegar”, destacou a diretora do Departamento de Vigilância e Defesa Sanitária Animal da Seapi, Rosane Collares.

Representantes dos municípios das faixas do litoral norte e sul do Estado solicitaram orientações quanto ao uso de equipamentos de proteção individual (EPIs) de suas equipes locais, protocolos para o enterro dos animais mortos e para a desinfecção das retroescavadeiras e outros maquinários utilizados no transporte dessas carcaças.

Dois documentos oficiais já orientam sobre os procedimentos necessários nesses casos: a Instrução Normativa Conjunta Sema/Fepam 02/2023 e a Nota Técnica 02/2023 do Ministério da Agricultura e Pecuária . Adicionalmente, o Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde do estado (Cievs/RS) publicou um Comunicado de Risco , com orientações sobre a enfermidade e como fazer a notificação de casos suspeitos de H5N1 em animais, bem como a notificação de suspeitas de contaminação em humanos.

"Estamos finalizando e será publicado na página da Secretaria da Agricultura um instrutivo com as principais informações sobre o que fazer, com orientações sobre a biossegurança dos operadores, das pessoas que estão manipulando esses animais", disse Rosane.

O secretário-adjunto do Meio Ambiente e Infraestrutura, Marcelo Camardelli, destacou que os órgãos municipais têm autonomia para definir o melhor ponto para o enterro dos animais mortos, por conhecerem a realidade local.

Canais de notificação

Todas as suspeitas, que incluem sinais respiratórios, neurológicos ou mortalidade alta e súbita, devem ser notificadas imediatamente à Seapi, por meio da Inspetoria de Defesa Agropecuária mais próxima ou pelo WhatsApp (51) 98445-2033. O canal funciona sete dias por semana, 24 horas por dia.

Texto: Elaine Pinto/Ascom Seapi
Edição: Secom

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Bento Gonçalves, RS
25°
Tempo nublado

Mín. 17° Máx. 25°

25° Sensação
0.49km/h Vento
99% Umidade
100% (21.65mm) Chance de chuva
06h15 Nascer do sol
07h03 Pôr do sol
Ter 22° 18°
Qua 27° 17°
Qui 25° 18°
Sex 29° 16°
Sáb 29° 15°
Atualizado às 16h06
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 4,98 -0,30%
Euro
R$ 5,40 -0,04%
Peso Argentino
R$ 0,01 -1,28%
Bitcoin
R$ 288,050,40 +6,93%
Ibovespa
129,706,34 pts 0.22%
Publicidade