16°C 28°C
Bento Gonçalves, RS
Publicidade

Violência Contra a Mulher: Onde denunciar casos de violência

Brasil registra mais de 50 mil casos de violência contra a mulher em 2022

04/03/2023 às 17h54 Atualizada em 07/03/2023 às 09h35
Por: Jaqueline Bagnara Fonte: Divulgação
Compartilhe:
Divulgação pixabay
Divulgação pixabay

Mais de 18,6 milhões de brasileira sofreram violência física, psicológica ou sexual em 2022. São 50.962 casos por dia. Os dados alarmantes são da 4ª edição da pesquisa “Visível e Invisível: a Vitimização de Mulheres no Brasil”, produzida pelo FBSP (Fórum Brasileiro de Segurança Pública) e pelo Datafolha, divulgada nesta semana. De acordo com o levantamento, todas as formas de violência contra a mulher apresentaram crescimento acentuado no último ano, com destaque para violência física e ameaças graves com armas brancas e de fogo. Entre 9 a 13 de janeiro deste ano, os pesquisadores ouviram 2.017 entrevistadas de 16 anos ou mais em 126 municípios espalhados pelo país.

A pesquisa indica que 28,9% das mulheres relataram ter sido vítima de algum tipo de violência ou agressão nos últimos 12 meses, sendo o maior número registrado na série histórica do FBSP. Em relação ao último levantamento realizado, o crescimento foi de 4,5 pontos percentuais, o que revela um agravamento das violências sofridas pelas brasileiras. A falta de investimento dos recursos orçamentários destinados ao enfrentamento da violência contra mulher pelo governo federal, as restrições ao funcionamento de serviços de acolhimento em razão da pandemia e o avanço dos movimentos ultraconservadores foram apontados como os principais fatores que levaram ao agravamento desse cenário.

Nem sempre a violência deixa marcas visíveis. Há muitas formas de agredir uma mulher, seja com atitudes, palavras ou comportamentos abusivos. E a maioria das mulheres vítimas de violência sofre calada. Pode ser por vergonha, medo ou por não saber a quem pedir socorro. Mas como identificar situações de violência contra a mulher? Fique atento para os sinais de agressão não declarada que também podem ser um pedido silencioso de ajuda:

DEAM - Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher - Bento Gonçalves - RS

 R. Mal. Floriano, 142 - Centro, Bento Gonçalves - RS, 95700-000

Telefone: (54) 3454-2933

Registra o Boletim de Ocorrência e apura todas as informações e provas necessárias para o inquérito policial.

Polícia Militar - 190

Central de Atendimento à Mulher – Ligue 180 atendimento 24h atende todo o território nacional e também pode ser acessado em outros países.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Bento Gonçalves, RS
27°
Parcialmente nublado

Mín. 16° Máx. 28°

29° Sensação
0.45km/h Vento
66% Umidade
11% (0mm) Chance de chuva
06h18 Nascer do sol
06h58 Pôr do sol
Sáb 32° 16°
Dom 25° 18°
Seg 18° 14°
Ter 23° 11°
Qua 25° 10°
Atualizado às 14h04
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 4,95 -0,34%
Euro
R$ 5,37 0,00%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,43%
Bitcoin
R$ 326,625,85 +1,64%
Ibovespa
129,235,62 pts 0.17%
Publicidade