Sábado, 15 de Maio de 2021
54 98128.5277

Poucas nuvens

Bento Gonçalves - RS

Dólar com.

R$ 5,27

Euro

R$ 6,4

Peso Arg.

R$ 0,06

Cultura Rio Grande do Sul

Secretaria da Cultura realiza programação com o propósito de refletir sobre o Dia do Índio

O Dia do Índio, celebrado oficialmente em 19 de abril, próxima segunda-feira, é um importante convite à reflexão sobre as reais condições da população indígena no Brasil, uma vez que a data em si não traduz, exatamente, os anseios dos povos originários.

19/04/2021 06h25
97
Por: Redação Fonte: Secom Rio Grande do Sul
-
-

O Dia do Índio, celebrado oficialmente em 19 de abril, próxima segunda-feira, é um importante convite à reflexão sobre as reais condições da população indígena no Brasil, uma vez que a data em si não traduz, exatamente, os anseios dos povos originários. A data, criada há mais de 70 anos, não é bem vista por algumas lideranças indígenas e militantes, que consideram a efeméride preconceituosa e carregada de estereótipos.

Diante desse contexto, a Secretaria de Estado da Cultura (Sedac) promoverá, nas redes sociais, uma série de atividades que integram a programação intituladaRepensando o 19 de abril – uma reflexão sobre as contradições desta data. Do dia 19 a 23, (segunda a sexta-feira), serão publicados exposições, debates, shows musicais e vídeos com depoimentos de lideranças indígenas e especialistas.

"A verdadeira reflexão sobre a causa indígena exige, sobretudo, ouvir o que essa população tem a dizer. Ninguém melhor do que eles, os índios, para falar o que representa o 19 de Abril", afirma a assessora de Diversidade da Sedac, Clarissa Lima.

A secretária da Cultura, Beatriz Araujo, ressalta a importância dessa ação, cujo objetivo é oportunizar a análise, a reflexão e a compreensão sobre os povos indígenas. “As tradições, os ritos e os saberes dos povos originários se confundem com a riqueza da formação cultural gaúcha. Reconhecer, aprender e valorizar essa vasta e diversificada cultura e suas manifestações é o principal objetivo da propostaRepensando o 19 de abril”, explica.

Dia do Índio

O Dia do Índio foi instituído no Brasil pelo Decreto 5.540, de 1943, pelo então presidente Getúlio Vargas. A proposta partiu do Marechal Rondon, que criou, em 1910, o Serviço de Proteção aos Índios (SPI), atual Fundação Nacional do Índio (Funai).

A data surgiu a partir de um protesto dos povos indígenas do continente americano, em 1940, quando um congresso organizado no México se propôs a debater medidas para proteger esses povos no território. Inicialmente, os indígenas boicotaram o evento, mas, no dia 19 de abril, participaram das discussões. Por conta disso, a data foi escolhida para celebrar o Dia do Índio.

Poucos países reconheceram a data. O Brasil não aderiu às deliberações do congresso, mesmo assim, reconheceu o dia, alguns anos depois. Além do Brasil, Costa Rica e Argentina também a adotaram.

Segundo o Grupo de Trabalho Internacional para Assuntos Indígenas (International Work Group for Indigenous Affairs – IWGIA), uma organização mundial sem fins lucrativos, sediada em Copenhage (Dinamarca), estima-se que haja 370 milhões de indígenas no mundo – sendo eles divididos em, pelo menos, cinco (5) mil povos em todas as nações. A chegada dos portugueses no Brasil, em 1500, dizimou grande parte da população indígena, mas isso não impediu a propagação de uma forte herança cultural, seja na criação das palavras, hábitos e alimentação.

PROGRAMAÇÃO

Secretaria da Cultura

De 19 a 23/4, serão publicados vídeos nas redes sociais da Sedac, com lideranças indígenas e especialistas no tema, sempre ao meio-dia.

19/4– Vídeo 1: Rejane Paféj Kanhgág – psicóloga, Território Indígena Nonoai (RS).

20/4– Vídeo 2: Cacique Cirilo Morinico?, Aldeia Mbyá-Guarani Anhetengua (Porto Alegre).

21/4– Vídeo 3: Iracema Gatên-Kuja, Aldeia Kaingang Oré Kupri (Porto Alegre).

22/4– Vídeo 4: Márcia Londero, socióloga e indigenista.

23/4– Vídeo 5: Encerramento, com a participação de todos os integrantes dos vídeos anteriores.

Todos os vídeos estarão nos perfis da Sedac noFacebook, noInstagrame noYouTube.

Museu de Arte do Rio Grande do Sul (Margs)

19/4, às 11h: Investigações do agora Análise deGaúcho, de Vasco Prado, pelo pesquisador Diego Beck.

Perfil do Margs noInstagrameFacebook.

Museu de Arte Contemporânea (MACRS)

19 a 23/4, às 18h: Serão compartilhadas com o público obras relacionadas a diferentes culturas indígenas representadas em seu acervo.

No perfil do Macrs noInstagrameFacebook.


Museu do Carvão  Arroio dos Ratos

Postagens nas redes sociais de cards em comemoração ao 19 de abril.

No perfil do Museu do Carvão noFacebookeInstagram.


Museu da Comunicação Hipólito José da Costa (MuseCom)

19/4, às 9h: Indicação de filmes para reflexão sobre as diversas nuances da vida e da resistência indígenas no Brasil e na América Latina.

No perfil do MuseCom noFacebook eInstagram.


Arquivo Histórico do RS (AHRS)

19/4: O AHRS fará três publicações nas redes sociais, a partir de seu acervo.

No perfil do AHRS noFacebookeInstagram.

Museu Arqueológico do Rio Grande do Sul (Marsul) – Taquara

19/4: Publicação de cards nas redes sociais do museu, em homenagem à data.

20/4: Exposição parte 1. Publicação de cards sobre a exposiçãoRepensando o Dia do Índio através das coisas ancestrais.

21/4, às 18h: Divulgação da liveAscensão, apogeu e queda do conceito de Tradição Umbu, ministrada por João Carlos Moreno de Sousa (Laboratório de Estudos Evolutivos Humanos do Instituto de Biociências/USP).

22/4: #Tbt especial Projeto Vida de Índio – evento que ocorreu no Dia do Índio, em 2002, no museu.

23/4: Exposição parte 2. Publicação de cards sobre a exposiçãoRepensando o Dia do Índio através das coisas ancestrais.

No perfil do Marsul no Instagram e Facebook do Marsul.

Museu Antropológico do RS (Mars)

19, 21 e 24/4: Postagens de cards com a temática indígena.

No perfil do Mars no Instagram.

26/4: Participação no 1º Seminário Comemorativo dos Povos Indígenas, evento on-line promovido pela Comissão Especial da Igualdade Racial/OAB-RS, com a presença da diretora, Letícia Bauer, e da servidora Maria Helena Sant'Ana.


Museu Julio de Castilhos (MJC)

30/4, às 10h: LiveAcervos em Conexão: MJC, Mars e Marsul, e os acervos indígenas musealizados achados e lacunas, com Claus Farina (MJC), Antonio Porto (Marsul) e Maria Helena Sant'Ana.

Mediação: Doris Couto, museóloga e diretora do Museu Julio de Castilhos.

No perfil do MJC noFacebook.


Casa de Cultura Mario Quintana (CCMQ)

21 e 22/4, às 20h: Conversas na Casa, com cineastas Mbyá Guarani

21/4: Vherá Xunu e Patrícia Pará Ixapy Ferreira

22/4: Gerson Gomes Karaí e Pará Reté

28/4, às 20h: Conversações – Especial Abril Indígena. Os povos Indígenas e a ditadura, com Amanda Rocha Oliveira, Eduardo Veras e Sônia Guajajara.

30/4, às 20h: Casa Virtual Especial Indígena, com Katu Mirim e Kaê Guajajara

Perfil da CCMQ no Instagram.

Texto: Silvia Martins/Ascom Sedac
Edição: Secom

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Bento Gonçalves - RS
Atualizado às 23h24 - Fonte: Climatempo
Poucas nuvens

Mín. Máx. 23°

° Sensação
10.8 km/h Vento
76.1% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (16/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. Máx. 24°

Sol com algumas nuvens
Segunda (17/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. Máx. 22°

Sol com muitas nuvens