Terça, 21 de Setembro de 2021
54 98128.5277
Viagens Desafio

Gaúcho desafia a maior montanha do mundo em escalada

Empresário Roberto Lucchese embarcou neste domingo, 18, para o Nepal e tentará escalar 7 mil metros do monte Everest.

18/04/2021 22h25 Atualizada há 5 meses
1.761
Por: Redação Fonte: Portal Agora no Vale/Grupo APNIRS
Gaúcho desafia a maior montanha do mundo em escalada

Pela segunda vez o empresário da cidade de Lajeado, Roberto Lucchese, se arrisca para chegar mais perto do topo do mundo. Neste domingo, 18, ele embarcou para um desfio no Everest, na Cordilheira do Himalaia, fronteira da China e Nepal. A expedição que deve durar 25 dias levará Lucchese e seus amigos até 7.000 metros de altitude, ficando no ponto intermediário ao cume da montanha. Em meio a riscos e uma aventura congelante, ele se diz preparado e leva consigo a vontade de, no próximo ano, voar baixo até o topo do mundo, no pico do Everest.

Há mais de dez anos na escalada de morros congelados, o empresário se desafiou no Everest a primeira vez em 2019. Naquele ano ele avançou até pouco mais da metade da subida, alcançando a distância de 5,2 mil metros de altitude. “Foram 17 dias de caminhada em um desafio de resistência e muita precisão”, explica.

Neste ano, a meta é chegar a 7.000 metros, na área conhecida como Campo Dois, uma espécie de fase intermediária, antes do cume mais alto do mundo. Lucchese prepara-se agora para uma caminhada de 25 dias e um desafio noturno arrepiante. A área conhecida como “Cascata de Gelo” é a divisa entre a subida e o Campo 1, precisa ser feita à noite, quando é ainda muito mais frio. “Estamos preparados e contando com o apoio de um time de profissionais. Daqui de Lajeado eu sou o único, mas irei escalar com meus amigos de São Paulo”, conta.

A chegada ao Campo 2 é como sair, em linha reta, de Lajeado até a praia de Torres, no Litoral Norte, já na divisa com Santa Catarina. Por conta disso, os participantes precisam programar e roteirizar, prevendo os dias para o cumprimento da missão. “A minha mãe disse para eu me cuidar e não morrer”, diz empresário, em meio ao riso. Lucchese conta com 12 anos de experiência e a aventura realizada em 2019 como aliadas para cumprir a escalada e retornar, são e a salvo.

A partida foi no domingo, no voo que levou o lajeadense até o Nepal. Lá, Lucchese precisa cumprir três dias de quarentena, e testar novamente para o coronavírus. “Eu farei o teste aqui, antes de embarcar, e de novo quando chegar lá. Se estiver tudo certo, a aventura começa na quinta-feira 22. Vou mandar fotos deste novo desafio”, promete o empresário.

Everest é a montanha mais desafiadora do mundo

O Everest é a maior montanha do mundo. O topo está a uma altura aproximada de 9.000 metros, que é a mesma altitude que os aviões voam nos deslocamentos. “Para esta escalada são vários cuidados que são necessários, mas tudo faz parte da nossa preparação. A ideia é que a subida até o topo ocorra no próximo ano”, revela.

Lucchese diz que a subida até o cume do Everest leva 60 dias. Quanto mais alto avança a expedição, mais vagarosa acaba sendo a chegada. “Depois do Campo 2 existem mais duas paradas e aí o topo. Iremos chegar lá, esta é a meta”, complementa.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Bento Gonçalves - RS
Atualizado às 22h59 - Fonte: Climatempo
Poucas nuvens

Mín. 10° Máx. 18°

° Sensação
14.9 km/h Vento
87.3% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (22/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. Máx. 20°

Sol com algumas nuvens
Quinta (23/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. Máx. 19°

Sol com muitas nuvens e chuva