12°C 19°C
Bento Gonçalves, RS
Publicidade

Programa Agente Jovem Ambiental segue para a Câmara

A Comissão de Educação (CE) aprovou nesta terça-feira (11) o projeto de lei que cria o Programa Agente Jovem Ambiental. O programa criado pelo PL 3...

11/06/2024 às 14h05
Por: Marcelo Dargelio Fonte: Agência Senado
Compartilhe:
Teresa Leitão apresentou relatório favorável ao PL 3.097/2021, de Jaques Wagner, que segue para a Câmara - Foto: Saulo Cruz/Agência Senado
Teresa Leitão apresentou relatório favorável ao PL 3.097/2021, de Jaques Wagner, que segue para a Câmara - Foto: Saulo Cruz/Agência Senado

A Comissão de Educação (CE) aprovou nesta terça-feira (11) o projeto de lei que cria o Programa Agente Jovem Ambiental. O programa criado pelo PL 3.097/2021 deverá auxiliar a execução da Política Nacional de Meio Ambiente por meio da atuação de jovens em ações de educação ambiental.

O projeto do senador Jaques Wagner (PT-BA) recebeu voto favorável da relatora, a senadora Teresa Leitão (PT-PE), em decisão final, e segue agora para a Câmara dos Deputados, a menos que haja pedido para votação no Plenário do Senado.

O programa, que também tem como objetivo divulgar boas práticas voltadas ao desenvolvimento sustentável, deverá criar oportunidades de geração de renda e de desenvolvimento de habilidades relacionadas à educação ambiental — e os jovens selecionados deverão atuar em comunidades locais.

Por meio de emenda, Teresa Leitão incluiu também como objetivo a capacitação para atuação em situações de emergências, crises ou catástrofes ambientais. Para a senadora, é estratégico “o estímulo aos processos educativos de formação e de treinamento para planos de contingência e de enfrentamento de situações de emergência em eventos climáticos extremos e de crises ou catástrofes ambientais”.

Conforme emendas da senadora Janaína Farias (PT-CE), somente jovens com idade entre 15 e 29 anos que estiverem cursando ou tiverem cursado o ensino médio integralmente em escola pública poderão participar do programa, além de bolsistas de escolas privadas inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

Alfredo Sirkis

O projeto também altera a lei que trata sobre a Política Nacional de Educação Ambiental para incluir a previsão do programa. A norma, de acordo com o autor, deverá levar o nome de Lei Alfredo Sirkis, em homenagem ao ambientalista, jornalista e político que deixou importante legado à agenda ambiental.

Jaques Wagner ressaltou que o texto tem como base lei estadual do Maranhão que implementou iniciativa semelhante. Para Teresa, o projeto busca apoiar o desenvolvimento de ações voltadas à defesa do meio ambiente, ao mesmo tempo que amplia a consciência ambiental.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Bento Gonçalves, RS
18°
Tempo nublado

Mín. 12° Máx. 19°

18° Sensação
1.79km/h Vento
89% Umidade
100% (18.49mm) Chance de chuva
07h19 Nascer do sol
05h35 Pôr do sol
Qua 22° 13°
Qui 21° 12°
Sex 15° 14°
Sáb 24° 12°
Dom 23° 14°
Atualizado às 13h01
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,42 -0,05%
Euro
R$ 5,82 -0,03%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,26%
Bitcoin
R$ 371,801,10 -2,74%
Ibovespa
119,836,11 pts 0.59%
Publicidade