9°C 13°C
Bento Gonçalves, RS
Publicidade

Câmara aprova regime de urgência para dois projetos de Amália Barros

A deputada morreu no último fim de semana, aos 39 anos

15/05/2024 às 20h59
Por: Marcelo Dargelio Fonte: Agência Câmara
Compartilhe:
Zeca Ribeiro / Câmara dos Deputados
Zeca Ribeiro / Câmara dos Deputados

A Câmara aprovou nesta quarta-feira (15) regime de urgência para dois projetos da deputada Amália Barros (PL-MT):

  • PL 981/24, que inclui abordagens e atendimentos às pessoas com deficiência baseados nos direitos humanos nos cursos de formação e de aperfeiçoamento dos integrantes dos órgãos de segurança pública e defesa civil
  • PL 980/24, que prevê detalhamento de cadastro de pessoas com deficiência nos sistemas nacionais de informação em saúde

A deputada foi homenageada por colegas na tribuna. Ela morreu na madrugada deste sábado (11) .

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), afirmou que Amália fará muita falta à Câmara. "Nada mais é que nossa obrigação de votarmos esses projetos para sacramentar homenagem em nome dessa belíssima parlamentar que nos deixou tão prematuramente."

O deputado Abilio Brunini (PL-MT) falou que a perseverança de Amália Barros fez com que a Lei 14.126/21, que reconhece a visão monocular como deficiência sensorial para todos os efeitos legais, fosse aprovada. "Amália deu o exemplo de que, como cidadã, quando se tem vontade e perseverança, consegue-se a vitória", afirmou Brunini.

Segundo o deputado Luiz Lima (PL-RJ), a ex-deputada foi um "cometa" em sua atuação como jornalista, locutora de rodeios e parlamentar. "Há duas semanas ela estava aqui. E na ânsia de fazermos política aqui, de disputarmos, deixamos de enxergar o mais especial que é a presença das pessoas aqui", disse.

O deputado Chico Alencar (Psol-RJ) também lamentou a morte de Barros. "Nós tínhamos posições muito diferentes, o que não impediu esse bom convívio. Inclusive, uma última proposição dela, que eu encaminhei favoravelmente, ela veio me agradecer, sempre gentil, sempre cordata."

A coordenadora da bancada feminina, deputada Benedita da Silva (PT-RJ), afirmou que Amália Barros será lembrada por sua dedicação a mulheres e pessoas com deficiência e por sua contribuição ao transformar os obstáculos pessoais em inspiração. "Quando perdemos uma parlamentar, independente de qualquer diferença, perdemos todas nós como bancada feminina, que luta diariamente pelos direitos de todas as meninas e mulheres", disse.

Segunda a deputada Erika Kokay (PT-DF), Amália Barros marcou sua atuação na Câmara como defensora na luta das pessoas com deficiência. "Vi o seu compromisso para que possamos constatar uma obviedade, que a humanidade é uma só. Tem pessoas que enxergam pelas mãos, falam pelos olhos e nenhuma deficiência é maior que nossa humanidade", disse.

O deputado Lindbergh Farias (PT-RJ) também destacou a dedicação de Barros à causa das pessoas com deficiência. "Ela tinha uma capacidade de diálogo muito grande, comprometida."

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Bento Gonçalves, RS
Tempo nublado

Mín. Máx. 13°

Sensação
1.34km/h Vento
93% Umidade
100% (5.14mm) Chance de chuva
07h04 Nascer do sol
05h40 Pôr do sol
Dom 10°
Seg 11°
Ter 16°
Qua 17°
Qui 25° 13°
Atualizado às 06h01
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,10 +0,00%
Euro
R$ 5,56 +0,00%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,55%
Bitcoin
R$ 363,218,17 +0,36%
Ibovespa
128,150,71 pts -0.1%
Publicidade