Segunda, 15 de Agosto de 2022
19°

Pancada de chuva

Bento Gonçalves - RS

Cultura Tradição

Fenavinho promove concurso para escolha das soberanas da 17ª edição

Eleitas para representar a festa receberão premiação em dinheiro totalizando R$ 10 mil. Inscrições já estão abertas:

08/02/2022 às 11h14 Atualizada em 09/02/2022 às 13h46
Por: Marcelo Dargelio Fonte: Exata Comunicação
Compartilhe:
(Fotos: Divulgação)
(Fotos: Divulgação)

Em Bento Gonçalves, esse período do ano, já tão especial para a cadeia vitivinícola, quando a cidade reverencia sua identidade com a colheita da uva, tem significado ainda mais representativo com o início da programação da 17ª Festa Nacional do Vinho  (Fenavinho).

O município começa a viver o clima do evento com a abertura das inscrições para a Escolha da Corte da 17ª Fenavinho, que inicia dia 8 de fevereiro e segue até 8 de março. Durante esse período, mulheres que desejarem fazer parte da tríade real da festa são convidadas a se inscrever no concurso que elegerá a Imperatriz do Vinho e as duas Damas de Honra. Podem participar da escolha aquelas com idade entre 18 anos e 28 anos de idade (completados até a data da inscrição), que sejam moradoras de Bento Gonçalves, com no mínimo dois anos de residência estabelecida na cidade. Outros importantes critérios para estar apta a concorrer é ter concluído o ensino médio, ser solteira, não ter filhos e nem estar grávida, além de nunca ter sido eleita em concursos anteriores da Fenavinho e nem estar participando de outros certames semelhantes.

Duas novidades marcam o certamente neste ano. A primeira é a entrega de premiação em dinheiro para as eleitas – totalizando R$ 10 mil (sendo R$ 4 mil para a Imperatriz e R$ 3 mil para cada uma das duas Dama de Honra). Outra é a possibilidade de a comunidade contribuir com a escolha das soberanas, votando por meio de um formulário digital e agregando pontos extras para a candidata campeã de preferência popular.

O regulamento completo e a ficha de inscrição estão dispostos no site da festa, o www.fenavinho.com.br. A inscrição é gratuita. A cerimônia de escolha está marcada para o dia 23 de abril, no hall do Pavilhão A do Parque de Eventos.

Missão da corte
Mais do que ostentar a coroa, cabe à corte a missão de representar a Fenavinho perante os olhos de todo o país, participando de ampla agenda de compromissos que iniciam logo após a escolha e seguem em ritmo acelerado até o período ápice, que é a programação da Vila Típica, durante a Fenavinho, que ocorre de forma concomitante a ExpoBento, de 09 a 19 de junho deste ano, em Bento Gonçalves. 

Quem viveu a experiência garante que ela só tem a agregar. “É um trabalho engrandecedor, desafiante e, ao mesmo tempo, gratificante”, conta a Imperatriz do Vinho da 16ª Fenavinho (eleita em 2019), Bárbara Bortolini. “Durante essa jornada, emprestei os meus melhores esforços para representar a nossa comunidade e cultura à altura que merecem. Carrego comigo a sensação de dever cumprido e lembranças felizes que ficarão para a história da nossa cidade”.

Para ela, é importante que as candidatas sejam sempre elas mesmas e tenham orgulho das suas raízes. “Autenticidade e espontaneidade são primordiais para que se tenha sucesso”, observa. Além disso, ela dá outras dicas para as meninas que têm o sonho de representar a maior festa do município. “É importante também que carreguem consigo e propaguem aos outros o verdadeiro espírito da festa, que é viver, enaltecer e difundir a cultura de Bento Gonçalves e o trabalho dos vitivinicultores pelo Brasil afora”, diz.

Corte é uma das marcas da festa
A eleição da corte da Fenavinho é uma tradição que se mantém desde a primeira festa, realizada em 1967. Ao lado do desfile alegórico e do Vinho Encanado, a tríade real faz parte das grandes tradições da Fenavinho. Para Jussara Konrad, coordenadora da Corte da 17ª Fenavinho, a eleição das soberanas carrega uma simbologia de valorização do trabalho do imigrante. “Conhecer nossa história é exaltar o trabalho de quem construiu nossa comunidade. A Fenavinho só existe por causa do legado deixado pelos imigrantes, e nossas mulheres cumpriram e seguem protagonizando grande papel nessa trajetória”, observa Jussara.

É primordial, portanto, que as candidatas conheçam as origens da festa, o que remonta à chegada dos imigrantes à região e à dedicação deles ao cultivo das uvas. Algo muito mais profundo do que as pessoas costumam associar às soberanas. “Poucos sabem que o trabalho é muito maior do que acenar e sorrir. A Imperatriz e as Damas de Honra têm a responsabilidade e o compromisso de “ser” Fenavinho do início ao fim, de contar a nossa história, de tocar o coração das pessoas, de representar nossa cultura, de falar sobre o nosso turismo, de falar sobre o nosso produto, o vinho, e, por que não, elaborá-lo? Além, é claro, de transmitir a força da mulher bento-gonçalvense, que por tanto tempo luta para ter seu reconhecimento”, diz a Dama de Honra da 16ª Fenaivnho, Sandi Marina Corso. 

A também Dama de Honra da mesma edição, Ana Paula Pastorello, ressalta a importância de as futuras soberanas envolverem-se de forma plena com a festa. “É preciso abraçar a Fenavinho com todo o seu coração e viver a essência da nossa cultura”, ensina. E complementa. “As soberanas precisam estar dispostas a se desafiarem. Usar uma coroa é uma grande responsabilidade, pois fazer parte da corte é sinônimo de portar a maior imagem da Fenavinho e do povo bento-gonçalvense”, comenta Ana Paula.

A escolha da Imperatriz e de suas Damas de Honra demarca o início do envolvimento da comunidade com sua maior festa, a primeira que projetou Bento Gonçalves no cenário nacional e a alçou à alcunha de capital nacional do vinho. “Este é um momento muito aguardado – primeiramente por nós, da organização, pois estamos retomando a programação presencial de atividades após um biênio de muitas incertezas e apreensão, em função da pandemia. Depois, e principalmente, por toda cidade, pois dá início a um novo ciclo de vivência da festa. As comunidades já começam a se preparar para viver a euforia da Fenavinho, com toda sua programação típica envolvendo o interior, vivenciando cada etapa até o ápice com os desfiles e a programação do Vinho Encanado. Estamos muito animados e acreditando firmemente no sucesso da 17ª Fenavinho”, comenta o coordenador da Fenavinho, Roberto Canielli Júnior.

Resgatada pelo Centro da Indústria, Comércio e Serviços de Bento Gonçalves (CIC-BG) em 2019, depois de um período de oito anos inativa, a Festa Nacional do Vinho segue para mais uma edição sob os cuidados da entidade. Como ocorreu naquele ano, a Fenavinho será realizada em conjunto com a ExpoBento, também promovida pelo CIC-BG. “Estamos escrevendo um novo capítulo para a Fenavinho, com o esforço de muitos atores envolvidos, e a continuidade da festa é vital para seu fortalecimento. Por isso, estamos trabalhando arduamente para entregar à comunidade uma festa à altura da tradição da Fenavinho”, reforça a presidente do CIC-BG, Marijane Paese. 

Serviço
O quê: inscrições para a escolha da corte da 17ª Fenavinho
Quando: de 08 fevereiro a 08 de março 
Onde: www.fenavinho.com.br
Inscrições neste link: https://bit.ly/3G5rCg8 
Regulamento neste link: https://bit.ly/3rxHJOu 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Bento Gonçalves - RS Atualizado às 21h39 - Fonte: ClimaTempo
19°
Pancada de chuva

Mín. 13° Máx. 25°

Ter 19°C 12°C
Qua 22°C 11°C
Qui 17°C 1°C
Sex 11°C -1°C
Sáb 18°C 1°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Enquete