Segunda, 20 de Setembro de 2021
16°

Pancada de chuva

Bento Gonçalves - RS

Viver Bem Unha

Melanoma na unha quais são os sintomas e tratamento

É importante que tanto o diagnóstico quanto o tratamento sejam feitos logo que seja percebida a primeira alteração sugestiva do melanoma

10/09/2021 às 14h11
Por: Jaqueline Bagnara Fonte: tuasaude
Compartilhe:
Divulgação
Divulgação

O melanoma de unha, também chamado de melanoma subungueal, é um tipo de câncer raro de câncer que aparece nas unhas e pode ser notado pela presença de uma mancha vertical escura na unha que aumenta ao longo do tempo. Esse tipo de melanoma é mais frequente nos adultos e não possui causa definida, sendo considerado que o seu aparecimento é devido a fatores genéticos.

Esse tipo de melanoma é considerado como sendo o mais fatal, pois normalmente é confundido com hematomas ou infecções fúngicas, o que acaba por atrasar o diagnóstico e o início do tratamento. No entanto, quando identificado logo, o melanoma de unha possui grande chance de cura.

Principais sintomas

O principal sintoma do melanoma de unha é o aparecimento de uma mancha escura, normalmente marrom ou preta e na posição vertical, na unha do polegar ou no dedão do pé, que não passa ao longo do tempo e que aumenta de espessura. Além disso, em alguns casos, podem ser identificados outros sinais e sintomas, como:

Sangramento no local da mancha;

Aparecimento de um nódulo por baixo da unha, que pode ter pigmentação ou não;

Destruição da unha, nos casos mais avançados;

Mancha que cobre a unha toda.

O melanoma da unha não tem causa específica, no entanto acredita-se que esteja diretamente relacionado com fatores genéticos e, por isso, a exposição prolongada e frequente aos raios ultravioletas, que é a principal causa do melanoma na pele, pode estimular a expressão dos genes relacionados ao câncer, levando ao desenvolvimento da doença.

Como é feito o diagnóstico

Como o melanoma na unha pode ser facilmente confundido com um hematoma ou infecção, já que os sintomas são semelhantes, o diagnóstico é, na maioria das vezes, tardio, o que pode resultar em complicações para a pessoa, incluindo a metástase, em que as células malignas espalham-se para outros locais do corpo.

Por isso, no caso de ser verificada a presença de mancha vertical escura na unha, o melhor a se fazer é ir ao dermatologista para que a unha seja avaliada e possa ser realizada a biópsia, que é o único método de diagnóstico disponível para confirmar o melanoma de unha. Entenda como é feita a biópsia e quando é indicada.

Apesar do melanoma de unha ser muitas vezes confundido com uma infecção por fungos, as duas situações apresentam poucas semelhanças. Isso porque na micose, que é a infecção por fungos, há alterações na estrutura da unha, como mudança de cor e alterações na espessura e textura da unha, o que não acontece no melanoma subungueal. Saiba como reconhecer a infecção na unha por fungos.

Como tratar

O tratamento do melanoma de unha é cirúrgico, sendo muitas vezes necessária a remoção da unha e do tecido afetado. No casos mais graves, quando o melanoma já encontra-se mais avançado, pode ser necessária a amputação do dedo, seguida de radio e quimioterapia, uma vez que há maiores chances de ter havido metástase.

É importante que tanto o diagnóstico quanto o tratamento sejam feitos logo que seja percebida a primeira alteração sugestiva do melanoma, pois assim é possível aumentar as chances de cura.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários