Segunda, 20 de Setembro de 2021
17°

Pancada de chuva

Bento Gonçalves - RS

Variedades Lua Azul

No domingo (22), quando a Lua assumir a sua nova fase, também acontecerá um raro fenômeno conhecido como Lua Azul

A Lua cheia será o ponto de virada para vários signos do zodíaco

22/08/2021 às 12h15
Por: Jaqueline Bagnara Fonte: Divulgação
Compartilhe:
claudiodivizia/Getty Images
claudiodivizia/Getty Images

Apesar de ser chamada desta forma, a Lua não ficará de fato azul (o que é uma pena!). O termo é apenas uma expressão para se referir à segunda Lua cheia do mês ou à terceira Lua cheia de uma mesma mesma estação do ano. Spoiler: o fenômeno, desta vez, se enquadra no segundo caso. De acordo com a Agência Espacial dos Estados Unidos (Nasa), o fenômeno 'Lua Azul', ou 'Blue Moon', acontece a cada dois anos e meio e três anos.

Muita gente ouve falar nisso e pensa que a lua vai mudar de cor, mas, na verdade é apenas um termo que se refere à terceira de quatro luas cheias em uma estação mais precisamente o tempo entre um solstício e um equinócio.

Luas cheias

Neste inverno, a primeira lua cheia ocorreu em 24 de junho e a segunda em 23 de julho. A terceira ocorrerá neste domingo, 22 de agosto, e a quarta ocorrerá em 20 de setembro, dois dias antes de o inverno acabar.

Lua Azul, Blue Moon

Esse fenômeno de mudança de cor da lua é bastante raro, e só ocorre quando erupções vulcânicas ou incêndios florestais enviam fumaça e poeira fina em grande quantidade para a atmosfera, alterando a tonalidade da luz refletida pelo satélite.

Outra definição

De acordo com a revista americana especializada "Sky & Telescope", em 1946, nasceu mais uma definição para lua azul cheia.

Na época, "o astrônomo amador e colaborador frequente do 'Sky & Telescope' James Hugh Pruett (1886–1955) interpretou incorretamente a descrição da revista" e, dessa forma, associou a segunda lua cheia de um mesmo mês ao termo "Blue Moon". A definição se popularizou bastante.

Além das explicações astronômicas, a expressão também é uma tradução da popular expressão estadunidense  “once in a blue moon” (“uma vez a cada lua azul”). Nós, brasileiros, costumamos falar “uma vez na vida, outra na morte” ou “de vez em nunca”, visto que o fenômeno só acontece, em média, a cada dois a cada dois anos.

Finalizando toda a parte técnica e explicativa. Confira as previsões de Susan Miller para todos os signos:

https://claudia.abril.com.br/astrologia/lua-cheia-22-agosto-susan-miller/

 

 

 

 

 

 

 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários