Segunda, 20 de Setembro de 2021
17°

Pancada de chuva

Bento Gonçalves - RS

Viver Bem Saúde

Língua branca: O que pode ser e o que fazer

Existem doenças que podem provocar o surgimento de manchas brancas na língua.

27/07/2021 às 16h04 Atualizada em 27/07/2021 às 16h16
Por: Jaqueline Bagnara Fonte: tuasaude.com
Compartilhe:
Divulgação
Divulgação

A língua branca geralmente é sinal de um crescimento excessivo de bactérias e fungos na boca, que faz com que a sujeira e as células mortas da boca fiquem presas entre as papilas inflamadas, gerando o surgimento de placas brancas.

Assim, a língua branca é mais comum quando existem condições favoráveis para o crescimento de fungos, como acontece em pessoas que não fazem uma higiene bucal adequada ou que têm o sistema imune mais enfraquecido, como no caso de bebês, idosos ou pacientes com doenças autoimunes, por exemplo.

No entanto, existem outras doenças que podem provocar o surgimento de manchas brancas na língua, como:

 Candidíase oral

A candidíase oral, também conhecida como sapinho, é a causa mais frequente do surgimento de manchas brancas na boca, especialmente em idosos acamados ou bebês, devido ao crescimento excessivo de fungos. No entanto, também pode surgir em adultos que não fazem uma higiene adequada da boca, que estiveram fazendo o tratamento com antibióticos ou que têm doenças autoimunes, como Lúpus ou HIV.

Esta infecção por fungos também pode ser acompanhada de mau hálito, ardência nas regiões afetadas e a sensação de algodão dentro da boca. Saiba como identificar a candidíase oral.

O que fazer: deve-se fazer uma higiene bucal adequada, escovando os dentes e a língua, pelo menos, 2 vezes por dia e utilizar um enxaguante bucal para evitar o desenvolvimento de bactérias. Se os sintomas não melhorarem após 1 semana, deve-se consultar o clínico geral para iniciar o uso de antifúngicos bucais, como a Nistatina.

Líquen plano

O líquen plano é uma doença autoimune que provoca a inflamação do revestimento da boca, podendo gerar manchas brancas frequentes na língua e até no interior das bochechas, além de pequenas feridas dolorosas semelhantes a aftas. É também comum sentir ardência na boca, assim como sensibilidade excessiva para comida quente, picante ou ácida.

O que fazer: é recomendado consultar o clínico geral, pois embora não exista um remédio capaz de curar o líquen plano, o médico pode receitar o uso de corticoides, como a triancinolona, para aliviar a inflamação e a dor. Além disso, usar uma pasta do dentes sem laurilsulfato de sódio também pode ajudar a evitar o surgimento dos sintomas.

Leucoplasia

Esta é uma doença crônica que provoca o surgimento de placas esbranquiçadas no interior das bochechas, gengivas e, em alguns casos, na superfície da língua. Este tipo de placas não melhora com a escovação da língua e, geralmente, não são dolorosas.

Embora não exista uma causa conhecida para esta alteração, é mais frequente em fumadores e pode estar relacionada com os primeiros sinais de câncer na boca.

O que fazer: se após 2 semanas de higiene bucal adequada as placas não começarem a desaparecer é importante consultar um clínico geral ou dentista para avaliar o risco de serem sinais iniciais de câncer. Caso sejam placas benignas, o médico pode recomendar o uso de antivirais ou fazer uma pequena cirurgia para remover as placas.

Sífilis

A sífilis é uma doença sexualmente transmissível que pode afetar a boca quando se faz sexo oral desprotegido, sendo que os primeiros sintomas podem demorar até 3 meses para surgir. Nestes casos, também podem aparecer feridas na boca, características da primeira fase da doença. 

O que fazer: o tratamento precisa ser feito com uma injeção de penicilina e, por isso, deve-se consultar um clínico geral para fazer o diagnóstico e iniciar o tratamento. Caso o tratamento não seja feito, os sintomas podem melhorar após 3 semanas, mas a doença irá evoluir para sua segunda fase, na qual se poderá espalhar pelo resto do corpo.

Quando ir ao médico

Na maioria dos casos este sintoma não é sinal de uma doença grave, podendo ser facilmente tratado com escovagem adequada da língua e ingestão frequente de água.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários