Segunda, 19 de Abril de 2021
54 98128.5277
15°

Poucas nuvens

Bento Gonçalves - RS

Dólar com.

R$ 5,55

Euro

R$ 6,68

Peso Arg.

R$ 0,06

Viver Bem Escalda-pés

Escalda-pés: tratamento muito antigo, utilizado pelas nossas avós.

Num ritual simples e fácil, o escalda-pés pode ser feito diariamente em casa.

31/03/2021 11h28
917
Por: Jaqueline Bagnara Fonte: Divulgação
Escalda-pés: tratamento muito antigo, utilizado pelas nossas avós.

Como sabemos, a base de sustentação do corpo humano são os pés. Para os corredores, mais ainda: são instrumentos de trabalho. Por isso, devemos dar atenção redobrada a eles e tratá-los com muito carinho.

Composto, cada um, por 26 ossos, 107 ligamentos, 33 articulações e vários músculos, nossos pés possuem, de acordo com a técnica da acupuntura, cerca de 70 mil terminações ou pontos nervosos associados aos órgãos do corpo humano.

Então, depois de um dia atribulado da vida moderna, com o uso de sapatos fechados e saltos altos, ou após uma corridinha pelo bairro, ou um treino esportivo pesado, nada melhor do que dar aos seus pés um tratamento especial.

Veículo de calor ou frio, a água é um dos meios muito eficazes para relaxamento. Gera transformações no sistema nervoso e no circulatório, ela é capaz de produzir o equilíbrio térmico do organismo.

Escalda pés: Utilizado para relaxamento, insônia, excitação nervosa, irritabilidade, impaciência, problemas respiratórios e depressão, o escalda-pés ajuda a aliviar a pressão dos pés, a descansar as pernas, a reduzir calos e aliviar o estresse do dia a dia. A pressão e o aquecimento dos pontos nervosos causam um reflexo imediato no equilíbrio de todo o corpo. 

Num ritual simples e fácil, o escalda-pés pode ser feito diariamente em casa

É preciso apenas uma bacia em que seus pés fiquem bem acomodados no fundo dela. Depois de mergulhar os pés numa bacia com água quente (entre 38°C e 46°C), até a altura das panturrilhas, deixe-os de molho de 15 a 20 minutos ou até que a água esfrie e vá massageando-os de vez em quando com as próprias mãos.

Para um efeito mais relaxante, recomenda-se pingar algumas gotas de óleos essenciais. As essências de eucalipto e menta, por exemplo, combatem o cansaço e livram as pernas da sensação de peso.

Colocar duas colheres de sopa de sal grosso na água quente também proporciona a sensação de leveza nos pés, alivia dores e desintoxica, já que o sal ajuda a drenar o excesso de líquidos e a reduzir o inchaço. O escalda-pés com óleos essenciais ainda combate infecções causadas por fungos e curam frieiras, pois são bactericidas, fungicidas e cicatrizantes. Deve ser feito, preferencialmente, à noite, pois durante o processo você pode usar óleos ou ervas que estimulem o sono.

Outra dica é colocar bolinhas de gude na bacia, que vão realizar uma gostosa massagem na planta dos pés. Se puderem ser verdes e azuis, melhor ainda. Para os adeptos da cromoterapia, essas cores têm a propriedade de acalmar e tranquilizar.

Ao fim do ritual, use uma pomada à base de arnica ou cânfora, que geram maior conforto.

Para os corredores 

Para este serão preciso duas bacias ou dois recipientes.

Na primeira bacia, coloca-se água quente.

Na segunda, água fria.

Você deve iniciar o procedimento pela água quente, na qual seus pés ficarão submersos por 4 minutos.

Depois deste tempo, tire-os da água quente e coloque-os imediatamente na água fria por apenas 1 minuto.

Repita essa troca de 4 a 5 vezes.

Terminando, enxugue os pés com uma toalha, passe um hidratante e calce um par de meias.

Durante e depois do procedimento, não se deve tomar friagem nem deixar entrar corrente de vento.

O objetivo do escalda-pés alternado é estimular a corrente dos vasos sanguíneos.

A água quente dilata os vasos periféricos; a água fria, contrai.

Isso facilita a circulação do sangue nos pés e nas pernas.

Para obter um resultado melhor, tenha em mãos uma vasilha com gelo e uma garrafa térmica com água quente.

Você vai dosando a temperatura das águas conforme a sua vontade.

Quanto maior a diferença de temperatura entre elas, maior o efeito. Mas cuidado para não se queimar!

É imprescindível lembrar que nem todo mundo pode usufruir deste método.

É importante não levar a expressão “escalda-pés” ao pé da letra! Na planta dos pés existem pontos que podem ser afetados e o uso de água quente ou fria em demasia não é recomendável.

Sempre que possível se entregue às delícias de receber os cuidados de um profissional especializado na região dos pés!  Escalda-pés é uma atitude consciente que devemos ter para com os nosso pés.

Obs: Mulheres grávidas, idosos, hipertensos e pessoas com trombose ou debilitadas devem ser orientadas por um médico.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.