Sábado, 10 de Abril de 2021
54 98128.5277
26°

Poucas nuvens

Bento Gonçalves - RS

Dólar com.

R$ 5,68

Euro

R$ 6,75

Peso Arg.

R$ 0,06

Tecnologia Tecnologia

Prefeituras da Serra Gaúcha investem na modernização dos serviços públicos

Gestores de mais de 60 municípios participam do Webinar das Cidades Digitais que trouxe cases de inovação de Bento Gonçalves, Canela e Vacaria

10/02/2021 10h58 Atualizada há 2 meses
46
Por: Redação Fonte: Divulgação
Divulgação
Divulgação

A inovação está cada vez mais presente nos municípios da Serra Gaúcha. Em encontro virtual, que reuniu gestores de mais de 60 Prefeituras, nesta terça-feira, 9 de fevereiro, prefeitos e gestores de Bento Gonçalves, Canela e Vacaria mostram que os municípios investem na modernização dos serviços públicos. “É muito importante levarmos o máximo de informações para os novos gestores, assim como os prefeitos reeleitos, que possam inspirar a adoção da tecnologia que passou a ser essencial durante a pandemia. Na região, encampamos 48 municípios. Desses, exatamente 65% estão com nova administração. Por isso a importância de compartilharmos soluções e ideias que contribuam com o planejamento das cidades”, destacou o diretor da Rede Cidade Digital (RCD), José Marinho, organizadora do evento.

O prefeito de Canela, Constantino Orsolin, enalteceu a importância da tecnologia para controle da gestão municipal. Ele cita sistemas, a modernização do parque de iluminação pública, monitoramento por câmeras da cidade, serviços digitais e, mais recentemente, durante a pandemia, a disponibilização das aulas online. “Hoje estamos transformando a Prefeitura num setor muito leve, menos gente vem para a Prefeitura. A comunicação com a sociedade é muito proativa. As pessoas ficam satisfeitas com isso", ressalta o prefeito.

Segundo Orsolin, o mapeamento da cidade também vai auxiliar a renovação do plano diretor de Canela. “A tecnologia vem para nos ajudar, nos auxiliar, produzir mais com menos tempo e gastar menos com resultados muito maiores”, completou o prefeito.

Em Bento Gonçalves, o secretário de administração e diretor de TIC de Bento Gonçalves, Matheus Barbosa, disse que a criação da ferramenta de Business Intelligence (BI) na saúde traz a análise dos dados em tempo real, o que permite um controle total orçamentário e de atendimento no enfrentamento ao coronavírus. “Isso faz total diferença em tempos de escassez, como a gente vê em algumas cidades e Estados em que problemas graves aconteceram por uma falta de controle de insumos e recursos”.

Vacaria também investe em serviços digitais. “Precisamos sim nos atualizar e cada dia mais disponibilizar ferramentas para que nossos servidores possam trabalhar de uma forma a facilitar, otimizar esses serviços públicos e também para que tenhamos segurança e praticidade”, comentou o  assessor jurídico de Vacaria, Rubem Antônio dos Santos Filho. “Vacaria hoje está migrando do sistema desktop para web, justamente para que possa disponibilizar aos munícipes ferramentas e serviços mais ágeis, que possa também haver a digitalização dos processos e trâmites internos”, disse o assessor jurídico sobre a redução da burocracia.

Conectividade – O Webinar das Cidades Digitais da Serra Gaúcha, apresentado pela jornalista e diretora da S. Clara Comunicação, Valdireni Alves, também trouxe as ações do Ministério das Comunicações (MCom) que visam melhorar a oferta de conectividade no país.

Segundo a coordenadora-geral de Projetos de Infraestruturas para Telecomunicações do MCom, Daniela Schettino, uma parceria com a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) foi firmada para o projeto Cidades Conectadas. A ideia, observa Daniela, é dar continuidade à implantação e ampliação das infraestruturas de fibra óptica nas cidades tendo recursos viabilizados por meio de emendas parlamentares. “Que a RNP possa atender as escolas, as universidades e os centros de pesquisa das cidades, mas também que isso tenha um retorno para o município e que eventualmente uma capacidade excedente possa ser compartilhada com provedores locais. Isso aumenta também a oferta de conectividade para a população”, explica a coordenadora. 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.