°C °C
Publicidade

A paixão pelo futsal de pai para filha

Heloisa Casagrande, de 13 anos, segue os passos do pai, Moacir Ferrari, que desde os 20 anos atua no futsal de Pinto Bandeira pelo Rosário.

14/08/2022 às 13h49 Atualizada em 15/08/2022 às 14h38
Por: Kevin Sganzerla Fonte: NB Notícias
Compartilhe:
Fotos: Kévin Sganzerla
Fotos: Kévin Sganzerla

A bola foi o brinquedo favorito de ambos na infância. Hoje, a paixão pelo futsal perpassa gerações na família de Moacir Ferrari, que foi inspiração para a sua filha, Heloisa Casagrande, de 13 anos, seguir o mesmo caminho. Em 2022, pai e filha tiveram muitos motivos para comemorar dentro de quadra, com títulos pelo Rosário, de Pinto Bandeira, onde moram, e pelo Imigrante, de Bento Gonçalves, respectivamente, provando que a família, além de esportista, é muito vitoriosa. 

A história de Moacir, natural de Pinto Bandeira, se confunde com a do Rosário. Desde os 18 anos atuando no futebol e no futsal, defendeu as cores da equipe pelos times A e B, além dos Veteranos. “Desde criança gostava de jogar. Não tínhamos muitos brinquedo, era só a bola. Íamos para o colégio jogar e, então, com 18 anos, comecei a jogar no Rosário e sigo até agora”, explica o pai. 

Com Heloisa não foi diferente. Ela deixou as bonecas de lado e não largou mais a bola dos pés. Em casa, na escola, no ginásio onde o pai jogava, a jovem brincava de bola. “Um dia, quando ela era pequena, falou que queria ser uma jogadora de futebol, e fomos atrás para conseguir uma escolinha para ela jogar”, relata Moacir.

Heloisa tem o sonho de ser uma atleta profissional de futebol (Foto: Kévin Sganzerla)

Com 8 anos, Heloisa começou a atuar na AAPF, de Bento Gonçalves. Ao se destacar nas quadras, começou a competir ao lado dos meninos em competições regionais. Em setembro de 2021, os pais descobriram, através de uma reportagem do Portal NB Notícias, que a Associação Clube Imigrante, de Bento, contava com categorias de base exclusivamente para o público feminino. 

Atualmente, Heloisa atua em competições sub-15, sub-17 e adulta. Em 2022, com grandes atuações em quadra e sendo uma das destaques no Imigrante, a promissora atleta se sagrou campeã da Copa São Marcos Sub-17, Copa Dalponte Sub-17 e participou da campanha do título da Copa RS de Futsal Feminino, em todos os campeonatos sob o comando do técnico Claudenir dos Santos.

“É uma experiência muito boa. O Claudenir é um ótimo treinador, quando tem que ser rígido ele é, e ele nos incentiva muito. As gurias têm uma baita experiência e aprendo muito com elas. E na base fui muito bem recebida pela equipe”, pondera a atleta. 

Heloisa estreou no Imigrante em setembro de 2021 e desde então vem se destacando na base da equipe (Foto: Kévin Sganzerla)

A rotina de treinos e de viagens exige muitos esforços da família. Conforme relata a mãe, Viviane Casagrande, duas vezes por semana a levam para o treino em Bento Gonçalves. “Ela estuda até às 17h10. Depois vem para casa, faz um lanchinho, leva consigo uma fruta e a levamos para o treino em Bento Gonçalves duas vezes por semana. Sempre voltamos pelas 23h30 em casa”, relata a mãe. “O esforço vale a pena. É fantástico”, complementa o pai. 

Nos dias de jogos, os pais também sempre estão juntos vibrando e comemorando nas arquibancadas. “A gente grita, vibra, xinga, torce, tudo de forma sadia, incentivando muito elas. Não é fácil estar lá fora, coração fica a milhão”, relata Viviane.

Em questão de títulos, o pai não quis ficar para trás na atual temporada. No tradicional campeonato municipal de futsal de Pinto Bandeira, Moacir conquistou mais um título pela equipe do Rosário. Na ocasião, Heloisa faltou ao treino, mas por uma boa causa. Quem desta vez assistiu das arquibancadas foi a jovem atleta, que viu Moacir erguer a taça e campeão. 

Pelo Rosário, Moacir se sagrou campeão do Municipal de Futsal de Pinto Bandeira 2022 (Foto: Kévin Sganzerla)

Além do espelho em casa, Heloisa tem uma outra grande inspiração para alcançar o seu objetivo no esporte. “Meu sonho é ser uma jogadora profissional de futebol e estou iniciando essa trajetória no futsal. E a Marta com certeza é a minha inspiração, que deve ser também de todas as atletas que têm o mesmo sonho”, comenta Heloisa. 

E para realizar o sonho de Heloisa, a família afirma que não medirá esforços para incentivá-la. “A paixão dela veio de barriga, de berço, foi espontâneo. Acho que é algo que está no sangue. Sempre a incentivamos. Até que nós pudermos vamos dar todo o apoio e suporte para ela alcançar esse sonho”, pondera a mãe. 

Os pais sempre acompanham a filha nas competições, sejam em jogos dentro ou fora de casa (Foto: Kévin Sganzerla)

A ordem dentro de quadra é do treinador, mas Moacir não deixa de dar alguns palpites e dicas para Heloisa evoluir cada vez mais dentro de quadra, afinal, o orgulho ao vê-la jogar e seguir a mesma paixão os deixam ainda mais próximos, sejam nos treinos ou em dia de competição. “O orgulho que sinto não tem explicação, ainda mais menina. Quando a assistimos, o coração sai pela boca, mas o olho brilha”, ressalta Moacir. 

Com o apoio incondicional dos pais, Heloisa almeja seguir no Imigrante em busca de evolução dentro das quadras visando conquistar títulos e dar novos passos para alcançar o seu sonho. Na medida do crescimento da promissora atleta, ao lado da equipe bento-gonçalvense, a caixinha onde guardam as medalhas deverão ganhar um novo lugar, pois o espaço será pequeno para acomodar as inúmeras conquistas que tendem a surgir nos próximos anos. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
PINTO BANDEIRA - RS
Sobre o município
Pinto Bandeira até 31 de dezembro de 2012 foi um distrito do município de Bento Gonçalves, ascendendo à categoria de cidade com a posse de seus representantes em 1º de janeiro de 2013. Os primeiros imigrantes chegaram em 1876. Até 5 de Maio de 1902, a localidade chamava-se Silva Pinto. A Paróquia de Nossa Senhora da Pompeia só foi criada em 1922, por iniciativa de um padre, chamando o distrito de Nova Pompeia. Em 1938, o nome muda novamente, desta vez para Pinto Bandeira.
Ver notícias
°

Mín. ° Máx. °

° Sensação
km/h Vento
% Umidade
% (mm) Chance de chuva
21h00 Nascer do sol
21h00 Pôr do sol
Sáb ° °
Dom ° °
Seg ° °
Ter ° °
Qua ° °
Atualizado às 21h00
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 4,96 -0,29%
Euro
R$ 5,37 0,00%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,37%
Bitcoin
R$ 328,045,31 +2,02%
Ibovespa
129,213,36 pts 0.15%
Publicidade