Segunda, 20 de Setembro de 2021
18°

Pancada de chuva

Bento Gonçalves - RS

Saúde Irresponsabilidade

Mutirão de Consultas em Bento registra 12% de ausência de pacientes

Ao menos 30 pessoas que agendaram atendimentos para a ação do último sábado, dia 11, não compareceram às unidades de saúde

14/09/2021 às 14h03 Atualizada em 16/09/2021 às 12h40
Por: Redação
Compartilhe:
(Divulgação)
(Divulgação)

O primeiro Mutirão de Consultas realizado pela prefeitura de Bento Gonçalves foi considerado positivo pela administração, servindo como uma ação inicial para desafogar as filas na rede pública. De acordo com dados divulgados pela Secretaria da Saúde, no último sábado, dia 11, foram promovidos 220 atendimentos, dos quais 20 eram para atualização de receitas médicas.

Um dos pontos negativos da iniciativa, contudo, fica para uma parcela dos próprios usuários do serviço, que não agiram com total responsabilidade: 30 pacientes marcaram horário em alguma das três unidades de saúde que estavam abertas e não compareceram às consultas. Dessa forma, algumas pessoas que chegaram aos locais sem agendamento puderam ser atendidas em virtude das ausências.

Mesmo assim, segundo a secretária de Saúde, Tatiane Misturini Fiorio, o sucesso desta edição deve abrir caminho para outros mutirões em breve. "O fato de as unidades estarem abertas exclusivamente para consultas, com horário agendado dos pacientes, deixou o fluxo bem mais tranquilo e possibilitou que mais pessoas procurassem o atendimento. Agora, vamos estudar a ampliação para mais unidades de saúde. Nossa equipe vai realizar um cronograma de ações", destaca.

Ela salienta, entretanto, que não é possível precisar neste momento como estão as filas.  "Levantamento de como ficam as filas é mais difícil termos este dado, pois é relativo. Fizemos, a primeira ação em unidades grandes que concentram o maior número de atendimentos. No São Roque, tivemos uma procura maior. Central e Zona Sul, a procura foi mais tranquila", completa.

Entre algumas queixas trazidas à reportagem do NB Notícias, estão o número de consultas oferecido, considerado baixo por muitas pessoas, e, consequentemente, o pouco tempo disponibilizado para a marcação dos atendimentos. Ainda conforme Tatiane, o departamento não recebeu reclamações quanto a eventuais dificuldades de agendamento, "pois tinha possibilidade do telefone e presencial".

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários