Segunda, 20 de Setembro de 2021
17°

Pancada de chuva

Bento Gonçalves - RS

Geral Rio Grande do Sul

Estado entrega R$ 450 mil em investimentos para Polícia Civil de Passo Fundo

A Polícia Civil de Passo Fundo recebeu nesta quarta-feira (28/7) um importante reforço em sua frota e arsenal.

28/07/2021 às 13h00
Por: Redação Fonte: Secom Rio Grande do Sul
Compartilhe:
Leite e Ranolfo entregaram à PC duas viaturas discretas zero-quilômetro e quatro fuzis 556 - Foto: Gustavo Mansur/Palácio Piratini
Leite e Ranolfo entregaram à PC duas viaturas discretas zero-quilômetro e quatro fuzis 556 - Foto: Gustavo Mansur/Palácio Piratini

A Polícia Civil de Passo Fundo recebeu nesta quarta-feira (28/7) um importante reforço em sua frota e arsenal. Com a presença do governador Eduardo Leite e do vice-governador e secretário da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior, foram entregues à instituição duas viaturas discretas zero-quilômetro e quatro fuzis 556, com um investimento total de R$ 458.117.

Pelas características das viaturas, de uso em ações de inteligência, os veículos não foram apresentados e ocorreu apenas a entrega simbólica das chaves. Observando os protocolos de prevenção contra a Covid-19, a solenidade foi realizada em área aberta, em frente à Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Passo Fundo, com uso obrigatório de máscaras e presença limitada às autoridades envolvidas.

“Nosso programa RS Seguro vem dando resultados positivos e um dos motivos é investimento qualificado. Hoje fizemos mais uma entrega que vai reforçar e dar mais segurança aos nossos agentes. Com isso, tenho convicção, vamos ajudar ainda mais a reduzir os índices de criminalidade e dar mais tranquilidade à população”, afirmou o governador.

As viaturas e os fuzis foram adquiridos por meio do Programa de Incentivo ao Aparelhamento da Segurança Pública (Piseg). A política que permite colaboração entre iniciativa privada e poder público para qualificar a proteção da sociedade deu um salto em 2021. Neste mês, o Piseg atingiu a marca de R$ 38,1 milhões revertidos para ações de prevenção e compra de novas ferramentas às forças vinculadas à Secretaria da Segurança da Pública (SSP).

O vice-governador parabenizou a compreensão do empresariado de Passo Fundo em relação à compensação de impostos em prol das atividades de policiamento. “O Piseg, sem dúvida, é uma fonte importante de investimento para a segurança pública. O empresário pode compensar até 5% do ICMS que tem a recolher apontando o projeto na segurança. Nós temos R$ 38 milhões arrecadados para a segurança pública em todo o Estado, só em Passo Fundo são R$ 2,5 milhões”, celebrou Ranolfo.

Ainda no ano passado, também por meio do Piseg, a Brigada Militar de Passo Fundo recebeu seis fuzis 556, seis espingardas calibre 12, três armas de choque Spark e seis rádios transmissores portáteis. Para os próximos meses, são aguardadas ainda a entrega de três viaturas para a BM e mais uma para a Polícia Civil por meio do programa.

Lançando em 2019, originalmente com cinco projetos de âmbito estadual, o Piseg se diversificou e agora conta com 15 linhas de aplicação, a maioria voltada ao fortalecimento de unidades em determinadas regiões do RS – dessa forma, as empresas conseguem reverter suas contribuições em favor das comunidades as quais estão ligadas. No total, até o final de junho, houve 1.633 compensações de ICMS, realizadas por 462 empresas e direcionadas para projetos em 141 cidades.

Todo o processo de disponibilização de documentos e envio de comprovantes é feito por meio do site do Piseg (piseg.rs.gov.br), onde também está disponível um manual com o passo a passo das operações.

No evento desta quarta-feira em Passo Fundo, além de Leite e Ranolfo, estiveram presentes o subchefe da Polícia Civil, delegado Fábio Motta Lopes, o diretor do Departamento de Polícia do Interior, delegado Heraldo Guerreiro, e o titular da 6ª Delegacia de Polícia Regional do Interior (6ª DPRI), delegado Adroaldo Schenkel.

Texto: Kelly Motter/Ascom SSP
Edição: Secom

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários