Quinta, 15 de Abril de 2021
54 98128.5277
16°

Muitas nuvens

Bento Gonçalves - RS

Dólar com.

R$ 5,63

Euro

R$ 6,74

Peso Arg.

R$ 0,06

Empresas e Entidades Entidades

Fabiano Feltrin é eleito o novo presidente da Amesne

Prefeito de Farroupilha irá comandar a entidade que reúne 36 municípios da Encosta Superior Nordeste

19/03/2021 10h21
441
Por: Redação Fonte: Amesne/Divulgação
Fabiano Feltrin é eleito o novo presidente da Amesne

A  Associação dos Municípios da Encosta Superior Nordeste (Amesne), que reúne 36 cidades da região, tem um novo presidente. É Fabiano Feltrin, prefeito de Farroupilha. A eleição ocorreu na tarde desta quinta-feira, 18, em assembleia virtual. José Carlos Breda, ex-prefeito de Cotiporã, deixa a direção da entidade.

A escolha ocorreu por unanimidade, sem a inscrição de chapas. O primeiro vice-presidente é o prefeito de Nova Prata, Alcione Grazziotin,  e o segundo vice é o chefe do Executivo de Caxias do Sul, Adiló Didomenico. O novo presidente disse que vai seguir defendendo as mesmas ideias já encampadas pela entidade, como questões ligadas à infraestrutura rodoviária, aeroporto regional, Zona Franca da Uva e do Vinho, porto de Arroio do Sal, a Universidade Federal da Serra, entre outros. 

Feltrin já terá compromissos como presidente da Amesne nesta sexta-feira, 19. Ele terá uma reunião com o governador Eduardo Leite e levará posição da entidade pelo retorno da cogestão, modelo em que os municípios podem adotar regras menos rígidas do que as da bandeira preta, que deve ser prorrogada por pelo menos mais uma semana no Estado. "Nós entendemos que a cogestão é o modelo mais favorável para as comunidades porque o prefeito sabe exatamente o que acontece na cidade dele. Se ele tiver que ser restritivo, é uma decisão dele  e não do governador que está longe da realidade de cada município. O prefeito tem que ter esse poder, se não tiver, para quê estamos aqui?", ponderou Feltrin.

O presidente da entidade defende que não haja mais suspensão da cogestão. "Torcemos para que nunca mais pare, porque não é possível que sempre fiquemos com esse receio de ter que fazer o fechamento dos estabelecimentos que geram emprego, renda e dignidade para as pessoas. Que seja uma bandeira vermelha com mais algumas restrições", declarou Feltrin, referindo-se que os municípios precisam do apoio do Estado na fiscalização.  

Sobre as recentes necessidades dos municípios no combate à covid-19 quanto a leitos de UTI, medicamentos para intubação, cilindros de oxigênio e compra de vacinas seguirão sendo pautas da entidade, segundo Feltrin: "Nossa luta por novos credenciamentos, mais leitos, continuará sendo pauta da Amesne. E entendemos que a imunização da população é o caminho mais curto para a retomada do desenvolvimento e de evitar óbitos. Continuaremos com o processo de compra de vacinas pelos municípios, pela iniciativa privada, pelo governo do Estado e trabalhando junto com a União, seguindo o plano de imunização federal", finalizou o novo presidente.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.