Segunda, 19 de Abril de 2021
54 98128.5277
16°

Poucas nuvens

Bento Gonçalves - RS

Dólar com.

R$ 5,55

Euro

R$ 6,68

Peso Arg.

R$ 0,06

Região Inusitado

Loja de calçados viraliza nas redes sociais após incluir ração de cachorro na vitrine

esforço foi feito.

08/03/2021 13h19
5.342
Por: Redação Fonte: divulgação
Loja de calçados viraliza nas redes sociais após incluir ração de cachorro na vitrine

Uma loja de calçados no Centro de Farroupilha, na Serra, viralizou nas redes sociais na semana de bandeira preta por estar de portas abertas enquanto o comércio não essencial está proibido de funcionar. Na vitrine do estabelecimento, sacos de ração foram colocados ao lado dos pares de sapatos. A medida gerou revolta com os demais comerciantes mas, ao contrário do que todo mundo pensava, a loja poderia abrir. A prefeitura tenta mudar essa situação.

O fato é inusitado, mas aconteceu e é legal. Como a venda de alimentos é considerada essencial pelo decreto estadual e como a empresa tem no seu alvará a comercialização de rações alimentares, a fiscalização da prefeitura de Farroupilha fica impedida de agir em casos como esse. Para evitar situações desse tipo, o poder público está trabalhando em um novo decreto sobre as atividades de comércio não essencial em estabelecimentos que vendem alimentos, mas que nitidamente não têm esta como a principal atividade, seguindo um pouco dos moldes do que fez a prefeitura de Caxias nesta semana. 

Segundo o secretário de Gestão de Farroupilha, Rafael Colloda, após uma reunião do comitê municipal que trata sobre a covid-19 a prefeitura deve definir a base das novas regras municipais. "Provavelmente vai sair um decreto mais restritivo para que possamos fiscalizar de acordo com a atividade preponderante", adianta Colloda. 

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.