Segunda, 19 de Abril de 2021
54 98128.5277
15°

Poucas nuvens

Bento Gonçalves - RS

Dólar com.

R$ 5,55

Euro

R$ 6,68

Peso Arg.

R$ 0,06

Bairros Bairros

Prefeitura de Bento fecha UBSs para concentrar atendimentos no Complexo de Saúde

Serão fechadas as unidades de saúde do distrito de Tuiuty e do bairro São João e reduzido atendimento na UBS São Pedro, para os profissionais serem utilizados em força tarefa..

04/03/2021 12h04 Atualizada há 1 mês
329
Por: Redação Fonte: NB Notícias
Divulgação
Divulgação

A situação começa a ficar crítica em Bento Gonçalves e medidas mais drásticas de enfrentamento à Covid-19 estão sendo tomadas pelo prefeito Diogo Segabinazzi Siqueira. Com o aumento considerável do número de casos na cidade, duas Unidades Básicas de Saúde serão fechadas temporariamente e uma terá atendimento apenas uma vez por semana, para que seus profissionais sejam deslocados para ampliação da capacidade hospitalar no Complexo de Saúde do município. 

De acordo com o comunicado feito pelo prefeito Diogo Siqueira nas redes sociais, as unidades de Tuiuty e São João serão fechadas temporariamente a partir desta sexta-feira, 5 de março, e a Unidade de São Pedro passará a ter atendimento somente às quintas-feiras à tarde. Os munícipes atendidos nos locais, devem procurar, em caso de emergência, a UPA 24 Horas, ou Pronto Atendimento 24h Zona Norte, ou a unidade básica mais próxima.

 O Complexo Hospitalar de Saúde, no bairro Botafogo, teve a estrutura de leitos ampliada durante a pandemia para atendimento dos pacientes. Com apoio da comunidade e sociedade civil foram construídos 40 leitos de internação, que são utilizados para receber pacientes instáveis, que precisam de um atendimento urgente, e estáveis, sem necessidade de UTI. Nesta quarta-feira, 3, 23 pacientes estavam internados no local, e 2 aguardavam transferência para leitos de UTI. Na sua estrutura, o abastecimento de oxigênio é feito diariamente por 24 cilindros, que atendem a demanda de pacientes. 

O prefeito destacou que nenhum paciente vai ficar sem atendimento. "Estamos reorganizando nosso fluxo de saúde para que tenhamos mais profissionais atuando na retaguarda para o que for necessário. Estamos em alerta, o momento é de cuidado, os dados demonstram isso. Precisamos que todos redobrem os cuidados, usem máscara, sigam a prevenção. E não cansaremos de repetir isso", destacou Siqueira.

Leitos de UTI

Os pacientes em estado grave são encaminhados para os leitos de UTI, no Hospital Tacchini ou em hospitais determinados pela regulação estadual. Em um ano a estrutura junto ao Hospital Tacchini foi ampliada de 20 para 45 leitos, sendo 23 SUS. A ocupação de leitos nesta tarde estava em 111,1%, sendo 50 leitos ocupados, destes 76% pacientes com COVID-19. 33 respiradores estão em uso.  

Vacinação como prioridade

Durante a transmissão o prefeito também ressaltou que a prioridade é a imunização da população. O município já iniciou as tratativas, juntamente com as cidades da região, para compra da vacina contra o coronavírus. "A única forma de enfrentarmos essa pandemia, é vacinando a nossa população. Vamos buscar todas formas possíveis para ampliar a imunização", afirmou Siqueira.

Foi apresentado protocolo de intenções para União Química, que produz a Sputnick V. Também é trabalhado consórcio com a Frente Nacional dos Prefeitos e através da FAMURS. A Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei que permite a compra de vacinas por estados, municípios e pela iniciativa privada. Pelo texto, a aquisição se torna possível desde que a vacina tenha registro ou autorização temporária de uso emergencial aprovada pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). O projeto foi para sanção do Presidente.  

De acordo com o último registro foram vacinados 6322 pessoas, sendo 4108 profissionais da saúde, 252 idosos em instituições de longa permanência, 40 indígenas, 2174 idosos acima de 81 anos.

Atendimento médico

A Secretaria de Saúde alerta para que a população procure as Unidades de Saúde somente com extrema necessidade, e ao apresentar sintomas relacionados à Covid-19, como febre, tosse, falta de paladar ou olfato, dor na garganta, deve procurar a tenda de atendimento localizada junto à UPA. Mais informações podem ser obtidas na Central de Atendimento ao Coronavírus nos números (54) 3055-7017/ 3055-7029 ou Whatsapp 99267-1675.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.