10°C 21°C
Bento Gonçalves, RS
Publicidade

Comissão aprova criação de linha oficial de pobreza e metas para erradicação

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) aprovou, nesta terça-feira (18), o projeto que institui uma linha oficial de pobreza e prevê metas para err...

18/06/2024 às 14h00
Por: Marcelo Dargelio Fonte: Agência Senado
Compartilhe:
Janaína Farias, relatora: critério oficial de pobreza contribuirá para avaliação de políticas sociais - Foto: Roque de Sá/Agência Senado
Janaína Farias, relatora: critério oficial de pobreza contribuirá para avaliação de políticas sociais - Foto: Roque de Sá/Agência Senado

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) aprovou, nesta terça-feira (18), o projeto que institui uma linha oficial de pobreza e prevê metas para erradicação. O projeto segue agora para análise da Comissão de Assuntos Sociais (CAS), onde deve receber decisão final.

O PL 350/2021 , do senador Paulo Paim (PT-RS), recebeu voto favorável da relatora, a senadora Janaína Farias (PT-CE), que propôs mudanças. A proposta define a linha oficial de pobreza como sendo o rendimento mínimo necessário para que um grupo familiar ou uma pessoa que viva sozinha possam suprir suas necessidades vitais.

De acordo com o projeto, as políticas públicas de erradicação da pobreza deverão conter metas nacionais e regionais de redução do número de famílias e pessoas vivendo abaixo da linha oficial de pobreza.

Na reunião, a relatora ressaltou que um projeto de igual teor foi originalmente apresentado pelo ex-senador Eduardo Suplicy. Em 2014, a proposta original sobre o tema foi vetada pela então presidente Dilma Rousseff.

Em seu relatório, Janaína Farias destacou o fato de as políticas públicas de combate à pobreza já existentes utilizarem critérios de renda distintos para acesso, o que, para ela, gera desarmonia e prejudica sua efetividade e eficiência.

“A instituição de um critério oficial de pobreza e a definição de metas nacionais e regionais contribuirá também para o monitoramento e a avaliação das políticas sociais e, consequentemente, promoverá o aperfeiçoamento da intervenção governamental”, avaliou a relatora.

O projeto original de Paulo Paim estabelecia prazos para a regulamentação da linha oficial de pobreza e previa a criação de metas de redução de pobreza a serem estipuladas na Lei de Diretrizes Orçamentárias e na Lei Orçamentária Anual.

Essas metas deveriam constar, também, na mensagem enviada todos os anos pelo presidente na República na abertura dos trabalhos legislativos. Janaína Farias excluiu esses pontos para evitar questionamentos sobre a constitucionalidade do projeto. No entendimento dela, esses dispositivos invadiriam a esfera de atuação do Poder Executivo.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Bento Gonçalves, RS
18°
Tempo nublado

Mín. 10° Máx. 21°

18° Sensação
3.13km/h Vento
64% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
07h14 Nascer do sol
05h50 Pôr do sol
Qui 21° 10°
Sex 20° 12°
Sáb 20° 13°
Dom 16° 12°
Seg 11°
Atualizado às 11h01
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,61 +0,36%
Euro
R$ 6,09 +0,38%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,80%
Bitcoin
R$ 396,088,41 +0,92%
Ibovespa
126,561,50 pts -0.02%
Publicidade